A Associação Casa de Apoio iniciou suas atividades em 12.04.2003, com o objetivo de garantir o tratamento oncológico às crianças de Blumenau, como também orientação, informação, aceitação pelos familiares a cerca do diagnóstico. Com local e estrutura montada, estendeu o atendimento às crianças com paralisia cerebral, mielominingocele e síndromes, com a finalidade de:
- Oferecer condições necessárias ao equilíbrio físico, psicoemocional e social, oferecendo atividades de convívio e estruturação da vida cotidiana, troca de vivencias e experiências objetivando proporcionar o equilíbrio familiar e a qualidade de vida.
- Garantir às famílias o acesso a benefícios e demais políticas públicas, visando a ampliação da proteção, superação das vulnerabilidades e das situações de violação de direitos
- Proporcionar atividades que visem a autonomia, amenizando o trabalho dos pais/cuidadores, como também sua inclusão escolar e social, almejando futuramente sua inserção no mundo de trabalho. Por que o objetivo não é benevolência nem caridade social, apenas o respeito a dignidade humana e o reconhecimento das potencialidades, e principalmente o respeito ao exercício da cidadania.
A Casa de Apoio atende Blumenau e municípios da região AMMVI, oferecendo espaço adequado para acolhê-las, inclusive com hospedagem para quem necessitar durante o tratamento.

Equipe Adriane Mariana Mayara textofisio Sidnei
Câncer Infanto Juvenil

CÂNCER INFANTIL O câncer na criança é curável em 75% dos casos, variando com o tipo e grau de comprometimento.
• Leucemia – caracterizada pela proliferação anormal dos leucócitos
• LLA - Leucemia Linfóide Aguda
• LMA – Leucemia Mielóide Aguda
Sintomas- anemia, sangramento na boca e nariz, febre, falta de apetite, aumento dos gânglios, fígado e/ou baço, cansaço. • Tumor na cabeça- sistema nervoso central
Sintomas- dor de cabeça, tonturas, vômitos, desequilíbrio ao andar e estrabismo.
• Linfomas- tumor maligno dos gânglios linfáticos
Sintomas- massa no abdômen, perda de peso, falta de apetite.
• Tumor de Rim- geralmente a criança não apresenta queixa, há aumento do volume abdominal.
• Neuroblastoma- tumor na suprarenal e/ou tórax.
Sintomas – anemia, perda de peso, irritabilidade, cansaço.
• Sarcoma – Tumor sólido, maligno nas células do músculo e osso.
Sintoma- aumento de volume da região acometida, dor.
• Tumor de Olho (ritinoblastoma) Tumor maligno na célula da retina.
Sintoma- mancha branca dentro do olho, perda de reflexo,dor, dificuldade visual

Paralisia Cerebral

PARALISIA CEREBRAL A encefalopatia Crônica não progressiva da infância, também conhecida como paralisia cerebral, é caracterizada como uma desordem crônica e não progressiva do sistema nervoso central. Deve-se à uma lesão pré, Peri ou pós-natal em crianças com idade até 2 anos. Trata-se de uma desordem do desenvolvimento do movimento e da postura, que pode ser acompanhada ou não de alterações músculoesqueléticas, da cognição, comunicação percepção e da sensibilidade.
A fisioterapia é um dos tratamentos realizados quando há desordens motoras. Ela deve ser dinâmica e motivacional, com enfoque na funcionalidade da criança. É importante que sejam selecionadas atividades e objetivos de tratamento que se enquadrem no contexto de vivencias, ou seja, no dia-a-dia da criança e que a fisioterapia seja realizada por um profissional que seja especializado em neuropediatria.

Mielomeningocele

MIELOMENINGOCELE O que é?
É uma malformação congênita localizada na coluna vertebral. Ocorre nas primeiras semanas de gravidez quando o tubo neural do feto não fecha corretamente
Causas
Fatores genéticos, carência de ácido fólico, uma vitamina do complexo B, são apontados como possíveis causas.
Tipos
Oculta – é a forma mais amena, com lesões apenas nas vértebras
Meningocele – é a forma menos comum, atinge meninges e vértebras, porém não há comprometimento do sistema nervoso.
Mielomeningocele - é a forma mais grave e mais comum, pois além das meninges o sistema nervoso também está exposto.
Após o nascimento, é necessária intervenção cirúrgica para fechamento da lesão, dentro de no máximo 24 horas para evitar infecções, meningite e lesões adicionais causadas pela medula neural exposta. A medula espinhal está ligada ao cérebro, por isso as crianças com mielo podem reter líquido no cérebro, ocasionando a Hidrocefalia, sendo necessário a colocação de uma válvula para aliviar a pressão no cérebro.

Consequências:
Comprometimentos:
Alterações motoras;
Sensitivas;
Tróficas;
Esfincterianas;
Hidrocefalia;
Atraso neuropsicomotor.
Anomalias congênitas associadas:
- Cifose;
- Luxação da coxa - femural
- Malformação das vias urinárias;
- Anomalias do sistema nervoso;
- Pé equinovaro.

Adriane Mariana textofisio Sidnei